• usuariozest

Versões híbridas em destaque no novo Mitsubishi ASX

A Mitsubishi Motors Europe apresentou o novo ASX num evento especial online, onde deu a conhecer a mais recente geração do modelo da marca destinado ao segmento dos B-SUV. O novo ASX – acrónimo de Active Sports X-over – vem substituir a geração anterior que registou mais de 380 mil unidades vendidas na Europa.


A marca nipónica declara que esta nesta nova geração do ASX “constitui um sinal claro” do seu compromisso com os clientes europeus e marca o início de uma nova etapa da gama Mitsubishi.


Desenvolvido especificamente para o mercado europeu, o novo ASX tem como base a plataforma CMF-B – Common Module Family –, desenvolvida pela aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. De acordo com a marca, esta plataforma destaca-se pela versatilidade de aplicação de diferentes sistemas propulsores, nomeadamente híbrida plug-in (PHEV), 100% híbrida (HEV) ou semi-híbrida (Mild Hybrid).


“O crescimento do segmento SUV e a eletrificação são as tendências dominantes do mercado europeu atual, cenário que irá manter-se. Enquanto SUV eletrificado, com um pacote de tecnologia e de informação e entretenimento completo e avançado, o novo ASX apresenta fortes argumentos para obter sucesso neste mercado”, refere o presidente e CEO da Mitsubishi Motors Europe, Frank Krol.


O ASX de nova geração está então disponível com várias opções de motorização. Além da motorização exclusivamente térmica da versão de entrada, existe uma versão mild hybrid 1.3L DI-T, com um motor 1.3 turbo a gasolina com injeção direta, conjugado com um sistema semi-híbrido. Este incorpora um gerador de arranque por correia, em combinação com uma bateria de iões de lítio de 12 V, o que lhe permite recuperar energia quer durante a desaceleração, quer durante a travagem, além de oferecer assistência elétrica ao motor. Com esta motorização, estão disponíveis uma caixa manual de 6 velocidades ou uma caixa automática de 7 velocidades e dupla embraiagem (7DCT).


O ASX de nova geração é o primeiro modelo da Mitsubishi na Europa que disponibiliza um grupo propulsor 100% híbrido (HEV), conjugando um motor de 1.6 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma caixa de velocidades automática multimodo.


Finlamente, o topo de gama será a versão híbrida plug-in (PHEV), que conjuga um motor de 1.6 litros a gasolina com dois motores elétricos e uma bateria de 10,5 kWh, uma configuração que apenas a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi oferece no segmento B-SUV. O novo ASX segue assim a tradição da Mitsubishi em oferecer a combinação PHEV e SUV, na esteira dos Outlander PHEV e Eclipse Cross PHEV.


Nas versões HEV e PHEV com caixa automática e níveis de equipamento mais elevados, o ASX inclui o sistema MI-PILOT (Mitsubishi Intelligent – PILOT), que combina o Cruise Control Adaptativo com a Assistência à Centragem na Faixa de Rodagem.


Todos os grupos propulsores estarão disponíveis à data de lançamento, em março de 2023, sendo que a gama pode variar em função dos mercados.


Dynamic Shield

A nível de exteriores, a secção dianteira do novo ASX foi desenhada segundo o conceito Dynamic Shield, característico dos modelos da marca, “que transmite uma imagem de robustez e dinamismo” com o logótipo dos três diamantes da marca.


O perfil lateral combina uma “silhueta fluída” com uma linha de ombros elevada “para uma postura desportiva e ágil”. As jantes podem ser de 17 ou 18 polegadas.


Na secção traseira, a Mitsubishi destaca as luzes LED com um formato característico, o logótipo com a designação ASX e o lettering centrado ‘Mitsubishi’, que apresentam também um novo desenho e estão situadas na zona inferior da porta da bagageira.


À data do lançamento estarão disponíveis seis cores da carroçaria, que podem ser conjugadas com um tejadilho em preto nas versões de equipamento mais elevadas.

No interior, o novo ASX oferece uma capacidade de carga de 332 litros (norma VDA) que pode ser aumentada em 69 litros quando o banco traseiro deslizante é colocado na sua posição mais avançada. Estão disponíveis revestimentos em couro e tecido, consoante a versão.


O novo ASX oferece três opções no que respeita ao painel de instrumentos: o painel analógico de base, com ecrã de 4,2 polegadas, o painel digital configurável de nível intermédio, com ecrã de 7 polegadas, e o ecrã Digital Driver, de 10 polegadas e totalmente personalizável, que também replica instruções de navegação.



O sistema de áudio com ligação a smartphone (Smartphone Link Display Audio, SDA), instalado numa posição central, atua como principal meio de ligação entre o condutor e os sistemas de assistência à condução e de informação e entretenimento. Através dos ecrãs de 7 ou de 9,3 polegadas, as aplicações Apple CarPlay e Android Auto, de série, permitem a replicação sem fios das funcionalidades do smartphone. As versões de equipamento superiores incluem também o sistema áudio BOSE Premium.


Os níveis de equipamento mais elevados incluem navegação 3D incorporada, bem como diversas opções de personalização de perfis de utilizador, widgets (ferramentas digitais) e escolha de modos de condução, através do sistema Multi-Sense.


Graças ao sistema de funcionamento sem chave, equipamento de série em todas as versões excetuando nas de entrada, não é necessário utilizar as mãos para entrar no novo ASX. Quando o condutor se aproxima até cerca de 1 metro do veículo, o sistema deteta o cartão Mãos Livres e destranca automaticamente as portas. Da mesma forma, à saída do veículo (logo que o cartão Mãos Livres ultrapassa o raio de 1 metro em redor do veículo e deixa de ser detetado), o sistema efetua a trancamento automático.


Comandado através do SDA, o sistema Multi-Sense permite ao condutor personalizar a resposta da direção, o controlo dinâmico do chassis e a rapidez da entrega de potência. Através deste sistema, podem ser selecionados três modos de condução, Eco, Pure e Sport, além do MY SENSE, que permite ao condutor personalizar a sua experiência de condução, bem como a iluminação interior de LED, com oito tons disponíveis.


Segurança

O ASX possui de série um conjunto de elementos de segurança passiva, incluindo airbags laterais e dianteiros para o condutor e passageiro dianteiro, dois airbags de cortina de cada lado, cintos de segurança com pré-tensores e limitadores de esforço, encostos de cabeça anti-efeito de chicote e fixações para cadeiras de criança ISOFIX.


A proteção dos peões é reforçada pelo Sistema de Mitigação de Colisões Frontais (Forward Collision Mitigation, FCM), de série, enquanto o capô, o para-choques dianteiro, os faróis e a parte inferior do para-brisas foram especialmente adaptados para diminuir a probabilidade de lesões.


Apresenta ainda um conjunto de Sistemas Avançados de Assistência ao Condutor (Advanced Driver Assistance System, ADAS). Todas as versões contam de série com os seguintes equipamentos: Sistema de Mitigação de Colisões Frontais com Proteção de Peões, Aviso de Distância, Aviso de Saída da Faixa de Rodagem, Assistência à Manutenção na Faixa de Rodagem, Reconhecimento de Sinais de Trânsito, Cruise Control, Sensores de Estacionamento e Câmara Traseira.


As versões com especificações mais elevadas incluem ainda Aviso de Ângulo Morto, Assistência à Centragem na Faixa de Rodagem, Prevenção de Excesso de Velocidade, Cruise Control Adaptativo (com abrandamento e retoma de aceleração) e Acionamento Automático de Luzes de Máximos.



O novo Mitsubishi ASX será produzido na fábrica da Renault em Valladolid, em Espanha, e tem chegada a Portugal marcada para março de 2023.


24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo